O FIM da cama compartilhada!

Quem me conhece e lê o blog, sabe o que eu penso sobre ensinar o bebê a dormir sozinho à base de técnicas como "Encantadora de Bebês" e etc... 
Quem não sabe, escrevo aqui.

Por mim, o filho tem que dormir perto dos pais, onde todos nós sentimos segurança e estamos prontos para atendê-lo prontamente a qualquer momento.
Por mim, o Gustavo dormiria no nosso quarto até quando quisesse e entendesse que ele tem o seu próprio quarto e que é muito legal dormir na sua caminha.



Desde o dia em que o Gustavo chegou em casa ele sempre dormiu no nosso quarto [entre a nossa cama e o berço de camping] mas com 7 meses e meio enfrentamos uma crise... Ele começou a acordar de hora em hora, resmungando [feito um velhinho chato]... Não queria mamar, não queria colo, não queria andar pela casa, não queria nada e eu já não sabia mais o que fazer... As noites estavam sendo duras e cansativas...
Não era cólica, frio, calor, dentinhos... Seria a tal "Angústia da separação", "Pico de Crescimento"...?! 
O fato é que o papai continuava trabalhando normalmente e suas noites de sono precisavam ser mais 'descansáveis'...

O Gustavo não ficava mais no bercinho ao lado da nossa cama. Era só colocar ele lá e já começava a chorar. Então passamos a dividir a cama em quatro [papai, mamãe, irmã peluda e bebê] mas cada dia era mais difícil, já que todos brigávamos por espaço e quem sempre saía perdendo era a mamãe [vulgo quem vos escreve!] que dormia toda torta e o papai que acordava a cada resmungar.
Comecei a observar que o Gustavo dormia muito bem durante o dia na rede da varanda [digno de um filho de amazonense] e resolvi colocar uma rede no nosso quarto, acima da cama, pra deixá-lo dormir lá, assim nos dava sossego durante a noite e acabava com aquele resmungar noturno ininterrupto.

Dias antes de instalarmos a rede no nosso quarto, em uma das noites de briga contra o mal humor inexplicável do nosso rapazinho, o papai resolveu colocá-lo em seu berço, no quartinho dele e - para nossa grata surpresa - ele pegou no sono e apagou até a próxima mamada!
A partir daí notei que a briga dele era por espaço!
Não consegui entender porquê ele não dormia no berço de camping... Cheguei a ler muitas coisas a respeito de o bebê sentir o cheiro da mãe ou do leite e querer ficar agarradinho. Não vou dizer que acredito nesse papo de cheiro, mas foi a única tentativa de explicar o causo todo que estava a passar.

Aí comecei a trabalhar a hipótese de acabar com a cama e o quarto compartilhados, não por opção nossa, mas por escolha dele!
Instalamos a rede no quartinho dele, assim eu poderia dormir lá nas primeiras noites de quarto 'descompartilhado' e ficaria tranquila ouvindo-o respirar, vendo-o coberto e estando perto pra correr e salvá-lo de qualquer bicho papão que estivesse escondido sob o berço [coisa de mãe de primeira viagem?!].

E lá fomos nós, para a primeira noite de berço... Ele adormeceu na rede comigo, mamando... Coloquei-o no berço e ele foi acordar 3h depois pra mamar, voltou a dormir no berço, depois mais 3h e mamá e assim por diante, até as 8h da manhã!
A primeira noite inteira fiquei na rede... A segunda foi só metade e a terceira.... desapeguei e fui para o conforto da minha king size!

Meu mocinho conquistou o seu próprio espaço assim... Fácil desse jeito...

Agora é até engraçado de ver.. No meio da noite deito com ele na rede pra mamar e assim que ele acaba já começa a se mexer e resmungar até que eu o coloco no berço e ele volta a dormir pesado.

Claro que é muito mais fácil se ele estivesse dormindo na nossa cama, afinal ele mama de 3h/3h até hoje e essa coisa de levantar, dar mamá e voltar pra cama [mesmo que o processo todo só dure 10min] faz parecer que 3h passaram num piscar de olhos, mas faz parte!

Ele ainda tem o sono agitado até dar meia noite, não entendo porquê! Acorda algumas vezes chorando e preciso pegá-lo no colo pra parar.. Já tentei ignorar, já tentei falar com ele, fazer Xiiii, carinho, nada resolve, só o faz chorar mais alto, rss...

O próximo passo será ensiná-lo a adormecer sozinho no meio da noite e depois, quem sabe um dia, deixar as mamadas noturnas... 
Ainda tem chão, mas a primeira 'guerra' foi vencida sem uma única gota de suor derramada... urrruu!!!!!!!!

E quem tiver dicas pros próximos passos, não esqueça de comentar, por favor!!!

Comentários

  1. Adorei seu inst e seu blog! Temos mtas coisas em comum, temos a mesma idade, tb me afastei das atividades profissionais (sou enfermeira), p me dedicar exclusivamente a meu pequeno e tem sido maravilhoso! Boa sorte p nós nesse desafio imposto por Deus! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia encontrar mais mamães como eu Leise! Seja bem vinda sempre ao blog! :**

      Excluir
  2. Oi, sigo vc no Ig (@maetambem) nunca fiz cama compartilhada, meu filho mais velho dormia na cama auxiliar nunca dormiu no berço tinha horror quando o colocava lá, teve uma vez que a gentebtrocou o colchão da cama e ele não dormia mais!!!! Incrível!!! Resolvi colocar um outro colchão da mesma densidade do antigo (duro) e ele voltou ao estado normal de sono!!! O caçula dormiu ate os dois meses num moises e depois foi para o quarto dele no berço ficou lá ate os 8 meses, ai ele começou a ficar em pé no berço e quase saltar. Resolvemos montar um quarto montessori!! Ele ama!!! Levanta e vai brincar!! Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian, prazer conhecê-la!
      Agora o Gustavo só quer saber de dormir no quarto dele, acredita?! Assim que ele aprender a subir e descer do colchão, quero um quarto Montessori tbm! Bjs!!

      Excluir

Postar um comentário

Instagram

Postagens mais visitadas